A maternidade nua e crua é o diferencial de “Tully”

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”justified” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

Da dupla de diretor e roteirista de “Juno” e “Jovens Adultos” (também estrelado por Charlize Theron), “Tully” é a terceira parceria de Jason Reitman e Diablo Cody, e cobre um terceiro estágio na vida das mulheres: o casamento e a maternidade. Assim como “Juno” é responsável por retratar a adolescência, e “Jovens Adultos” a crise dos 40 anos. O roteiro de Cody amadureceu junto com ela, “Tully” foi escrito logo após a roteirista ter seu terceiro filho e se encontrar em uma situação similar à de Marlo, e isso é perceptível na narrativa, a história é intima e de uma profundidade extraordinária. O filme nos apresenta Marlo (Charlize Theron), mãe de 2 filhos pequenos e um recém-nascido, que longe de todos os clichês sobre maternidade, transparece o cansaço físico e mental que cuidar diariamente de 3 filhos causa, enquanto seu marido, e pai das crianças, Drew (Ron Livingston) permanece a parte as dificuldades enfrentadas pela esposa.

[/et_pb_text][et_pb_image admin_label=”Imagem” src=”http://supercinemaup.com/wp-content/uploads/2018/05/Tully_Ron-Livingston_foto-dal-film-2.jpg” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”off” sticky=”off” align=”center” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_margin=”10px||10px|”] [/et_pb_image][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”justified” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

Diferente de tantos outros filmes que mostram apenas as maravilhas da maternidade, “Tully” mostra também as dificuldades, os impactos físicos e psicológicos que as mães sofrem durante a gravidez e no dia a dia da criação dos filhos. Charlize Theron engordou cerca de 20 kg para o papel, parecendo realmente grávida, e após o nascimento da filha, ela não retorna “magicamente” ao seu corpo antes da gravidez, ela parece uma mulher que acabou de dar à luz, exausta e sem tempo e forças para ir a academia, arrumar a casa, cozinhar, preparar cupcakes, e ainda manter uma vida sexual ativa, como tantos outros filmes fazem parecer fácil e nada além das obrigações de uma boa mãe. Então, Marlo reconhece que precisa de ajuda, é aí que entra Tully (Mackenzie Davis), a babá noturna, jovem, cheia de energia e conhecimento e disposta a fazer de tudo para ajudar Marlo. As duas criam uma conexão, Marlo vê em Tully um lembrete de como ela era quando jovem.[tooltip text=”Tooltip Text”] [/et_pb_text][et_pb_image admin_label=”Imagem” src=”http://supercinemaup.com/wp-content/uploads/2018/05/tully_mackenzie_davis_charlize_theron_courtesy_focus_features.jpg” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”off” sticky=”off” align=”center” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_margin=”10px||10px|”] [/et_pb_image][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”justified” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

E é nesse momento que parece que o filme passa a ser sobre a amizade entre mulheres, com “Girls Just Wanna Have Fun” da Cyndi Lauper tocando ao fundo, porém, logo percebe-se que o filme não é sobre isso, o filme é sobre como as mães também precisam de ajuda, que isso não é motivo de vergonha, e que não ser um cara babaca ou um péssimo pai não é o suficiente, como Drew, que é um cara decente, bom pai, porém de alguma forma não consegue perceber o que acontece em sua casa. Todo o elenco está em notável sincronia com seus personagens, com destaque para a dupla de protagonistas femininas Charlize Theron e Mackenzie Davis. Theron está completamente entregue a sua personagem, ela transparece estar genuinamente exausta e todos os sentimentos de Marlo são entregues ao público com precisão, ela traz uma profundidade na personagem que é um dos pontos forte do longa. Mackenzie Davis também se destaca como Tully, que dá nome ao filme, ela é enérgica, adorável e um tanto quanto estranha na medida que Tully precisa ser. “Tully” é uma comédia não tão comédia e um drama não tão drama que se desenvolve de uma maneira inteligente com um tom de ironia, além de passar uma mensagem óbvia, porém importante, de que cuidar de si mesma é tão essencial quanto cuidar de todos a sua volta.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Não quer perder nenhuma notícia? Siga o nosso perfil no Twitter!

SAVE THE DATE 👉 29 de novembro!
Em UMA SEMANA começa a PRÉ-VENDA mais aguardada do ano ❤️🕷️🕸️ #HomemAranhaSemVoltaParaCasa - 16 de dezembro exclusivamente nos cinemas.

Celebração de 20 anos de Harry Potter nos cinemas não contará com J.K. Rowling. Sendo isso uma escolha dela ou não, é uma grande gafe desta produção. Fará muita falta 💔

20 anos depois de dirigir o primeiro filme, Chris Columbus diz que adoraria voltar para dirigir uma adaptação de "Harry Potter e a Criança Amaldiçoada", com o elenco original dos cinemas.

Seria esse um reflexo do lagarto na máscara do Peter? #SpiderManNoWayHome

Olha ele aí! Duende verde com seu traje original de 2002 marca presença no primeiro pôster oficial de "Homem-Aranha: Sem Volta para Casa"!

2