DOCUMENTÁRIO “GET BACK” APRESENTA MATERIAL HISTÓRICO DOS BEATLES HUMANIZANDO A IMAGEM DA BANDA

Uma das maiores bandas que já existiram no mundo, os Beatles conseguem manter a relevância com qualquer coisa nova que é lançada sobre eles, provando que a “beatlemania” é realmente algo eterno.

Desde o anúncio de que o diretor Peter Jackson iria comandar um documentário com a promessa de trazer um material inédito sobre a banda, o projeto vem sendo muito aguardado pelos fãs e admiradores.

Peter Jackson editou 57 horas de filmagens inéditas dos Beatles, que há 50 anos estavam guardadas em um cofre. O acervo foi originalmente filmado durante 22 dias em janeiro de 1969, onde mostra os bastidores das gravações do álbum Let It Be (1969), o último da banda.

O diretor conta que para preparar o documentário, a equipe precisou digitalizar e trabalhar na remasterização dos vídeos e sons para obter a melhor qualidade do material, e o resultado final da parte técnica é de impressionar.

Nas imagens nunca antes vistas, é possível sentir o clima do final da década 1960 e se deliciar com os Beatles criando arranjos, compondo as suas últimas canções de sucessos como “Don’t Let Me Down” e “Let It Be”. E o melhor de tudo, vemos todos da banda se divertindo, dançando e fazendo brincadeiras um com o outro, desmistificando a imagem de que a banda não se dava bem e que tiveram uma separação amarga.

O documentário tem como proposta mostrar como os ‘Fab Four’ realmente se comportavam, fugindo dos diversos filmes já feitos sobre a trajetória da banda, como o famoso “Os reis do iê-iê-iê” (1964) ou “Submarino amarelo” (1968) que tinham filmagens pouco exploradas, algo totalmente para promover a imagem dos artistas.

E em “The Beatles: Get back” vemos a desconstrução de como era a relação entre Paul McCartney, John Lennon, George Harrison e Ringo Starr em seus últimos momentos como banda. E o que é testemunhado é algo totalmente leve, amigável, onde eles criam e resolvem as diferenças juntos. Até a presença de Yoko Ono durante a gravação do disco é mostrado como ela não era odiada ou a “vilã” da história. Ou seja, esse documentário ganha uma importância histórica em finalmente mostrar fatos sobre os Beatles.

Além disso, esse material apresenta na íntegra um dos momentos mais icônicos que é a última apresentação dos Beatles juntos, conhecido como o show no terraço da Apple Corps no centro de Londres, que aconteceu no dia 30 de janeiro de 1969. As imagens são riquíssimas, pois contém diversas câmeras espalhadas pela rua e no terraço, conseguindo testemunhar o impacto da banda naquele dia, com pessoas se aglomerando para escutá-los ao vivo ou até a polícia tentando parar com o show por conta das diversas reclamações do “barulho” que eles estavam fazendo.

É visível como o projeto é uma carta de amor do diretor Peter Jackson para sua banda favorita, que tem como maior objetivo a construção de uma nova imagem e mais humanizada sobre o fim dos Beatles.

Dividida em três partes, a série documental ‘The Beatles: Get back’, chega no streaming Disney+ nos dias  25, 26 e 27 de novembro.

Não quer perder nenhuma notícia? Siga o nosso perfil no Twitter!