Filmes que todo fotógrafo deveria assistir

No dia 08 de janeiro é comemorado o Dia Nacional do Fotógrafo. Desta forma, o Pipoca de Pimenta não poderia deixar de prestar sua homenagem aos profissionais que estão presentes em todos os filmes produzidos ao longo desses anos.

Os fotógrafos são responsáveis por toda estética do filme e por ter uma visão mais próxima do que será realizado nele, antes mesmo de finalizá-lo. Sendo assim, a escolha do fotógrafo é a que mais preocupa um diretor. Sua interação com o filme é essencial, seja com a equipe, com o roteiro e até mesmo com o elenco.

Escolhemos, então, alguns filmes que todo fotógrafo deveria assistir a fim de analisá-los de forma profissional e servir de inspiração para novos trabalhos. Agora, confira o nosso especial e divirta-se!

Janela Indiscreta

Janela indiscreta (1954)

Direção: Alfred Hitchcock

No auge dos anos 50, Hitchcock fez do filme ‘janela Indiscreta’ um grande exemplo de obra de arte. No filme, o fotógrafo L.B. Jeffries (James Stewart), está confinado em seu apartamento por ter quebrado a perna enquanto trabalhava. Sem muitoo que fazer, passa a observar a vida dos seus vizinhos com um binóculo, quando vê alguns acontecimentos que o fazem suspeitar que um assassinato foi cometido. Esse é um clássico que todos os estudantes de fotografia deveriam assistir, pois trata-se de uma metáfora do papel do fotógrafo como “o observador incapaz de alterar os fatos”.

Blow Up

Blow Up – Depois Daquele Beijo(1966)

Direção: Michelangelo Antonioni

O filme é de 1966, mas traz ótimas discussões sobre o realismo fotográfico. O fotógrafo de moda Thomas (David Hemmings) não suporta mais ser perseguido por jovens que desejam ser fotografadas na esperança de se tornarem grandes modelos. Um dia, ao fotografar um casal à distância, ele passa a ser perseguido por Jane (Vanessa Redgrave), que lhe pede que lhe entregue os negativos das fotos. Astuta, ela descobre o endereço do estúdio do fotógrafo, e tenta seduzi-lo, a fim de conseguir as fotos, que podem ser as provas de um possível assassinato. Esse é o exemplo de que a fotografia pode ser uma ferramenta na documentação do real.

Crianças Invisíveis

Crianças Invisíveis (2002)

Direção: Spike Lee, Katia Lund, John Woo, Ridley Scott, e outros.

Dirigido por oito diretores, o filme aborda, por meio de sete curtas-metragens, os medos, as dificuldades enfrentadas por crianças no mundo adulto. Em um deles, dirigido por Ridley Scott e Jorndan Scott, um fotógrafo profissional torna-se novamente criança a fim de entender seus traumas vividos no período em que esteve fotografando soldados durante uma guerra. As cenas com os fachos de luz sobre o bosque, leva aos profissionais da fotografia a pensar em novos ângulos para fotografar os cenários mostrados no filme. Vale a pena conferir!

Closer Perto demais

Closer – Perto Demais (2004)

Direção: Mike Nichols

Anna (Julia Roberts) é uma fotógrafa bem sucedida, que se divorciou recentemente. Ela conhece e seduz Dan (Jude Law), um aspirante a romancista que ganha a vida escrevendo obituários, mas se casa com Larry (Clive Owen). Dan mantém um caso secreto com Anna mesmo após ela se casar e usa Alice (Natalie Portman), uma stripper, como musa inspiradora para ganhar confiança e tentar conquistar o amor de Anna. Ótima indicação para assistir com seu amor e depois discutir fotografia – as cores modernas do filme também podem ser uma ótima inspiração.

Picture 001

De Repente 30 (2004)

Direção: Gary Winick

A comédia romântica estrelada por Jennifer Garner e Mark Ruffalo não se trata especificamente sobre fotografia, mas tem muito a ver com os profissionais que trabalham na produção de uma revista. Para não perder espaço para o concorrente, Jenna contrata Matt, um fotógrafo profissional e seu amigo há 13 anos, para que fotografe um grupo de ex-estudantes e registre toda a nostalgia do momento. Nas cenas do parque, é possível ver o trabalho árduo destes profissionais para encontrar o melhor “olhar” e registrar cada detalhe.

A pele

A Pele (2006)

Direção: Steven Shainberg

Quer dicas de como trabalhar a iluminação e as cores em uma fotografia? Então, assista ao filme ‘A Pele’. No longa, Nicole Kidman interpreta a fotógrafa Diane Arbus, considerada por muitos uma das melhores profissionais da fotografia do século XX. Ao longo de sua carreira, Diane voltou sua atenção para o bizarro, o inusitado e o diferente em suas fotos. Até o dia em que realiza um de seus grandes trabalhos com Lionel Sweeney (Robert Downey Jr.), portador de uma doença chamada Tricotomia – uma disfunção caracterizada pelo excesso de pelos em todo o corpo. Nas cenas em que Diane fotografa é notória a preocupação em encontrar o melhor ângulo e iluminação para fazer sua arte ser admirada em todos os lugares. Assista!

Repórteres de guerra

Repórteres de Guerra (2010)

Direção: Steven Silver

Nesse filme, podemos perceber como o fotojornalismo é importante. Em ‘Repórteres de Guerra’, quatro jovens jornalistas acompanham os últimos dias do Apartheid e a primeira eleição verdadeiramente democrática realizada na África do Sul. Ao perceber toda a miséria, violência e desigualdade no país, o grupo acaba mudando sua concepção sobre o trabalho que estava destinado a fazer. Além disso, o filme mostra a trágica história de Kevin Carter – responsável pela famosa foto do urubu à espreita da criança. Carter ganhou um Prêmio Pulitzer pela fotografia e por conta da repercussão, cometeu suicídio aos 33 anos de idade. Um filme chocante, mas surpreendente.

Parabéns a todos fotógrafos. Graças a vocês, temos registrados os melhores filmes e momentos de nossas vidas. Espero que tenham gostado dessa singela homenagem… Até breve!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não quer perder nenhuma notícia? Siga o nosso perfil no Twitter!

A @empiremagazine divulgou a primeira imagem de Tom Cruise em "Missão Impossível 7". Confira:

Chloé Zhao irá escrever e dirigir uma nova versão de "Drácula" para a Universal.

2

No @DisneyPlusBR, a série "Agents of SHIELD" foi movida para a sessão "Marvel Legacy", dando a entender que a série não faz mais parte do MCU.

Elizabeth Olsen estrelará minissérie "Love and Death", produzida por Nicole Kidman para a HBO Max, sobre a história real de uma mulher que matou sua colega de igreja com um machado no Texas.

2

Para celebrar o #StarWarsDay, chega amanhã ao Disney+ o curta animado "Maggie Simpson in The Force Awakens From Its Nap".