Já ouviu falar em ‘Z Nation’?

Podemos afirmar que esta década tem sido a ‘década das séries’. A diminuição do público nos cinemas (leia-se: ingressos caríssimos) e o avanço de serviços de streaming tornou o mercado dos seriados tão lucrativo quanto o mercado cinematográfico. Hoje em dia há séries sobre absolutamente tudo. Psicopatas, contos de fadas, advogados, vikings, presidiários, nerds e zumbis. A mais famosa série de zumbis hoje em dia é ‘The Walking Dead’, mas você já ouviu falar em ‘Z Nation’?

A série foi ao ar em 2014 e foi criada por Karl Schaefer e Craig Engler. Não podemos afirmar que ela é uma concorrente de ‘The Walking Dead’, pois sua pegada é totalmente diferente. Enquanto o seriado de Robert Kirkman conta com um tom mais sombrio e dramático, ‘Z Nation’ usa a comédia e também ação para divertir os fãs. Podemos esperar qualquer coisa desta série, sem exageros.

A primeira temporada conta a história de um grupo de sobreviventes que tenta levar o Murphy, um homem que após um teste se tornou imune ao vírus zumbi, ao CDC na Califórnia. Há momentos pastelões na série, como um bebê zumbi. É fácil detestar essa série quando estamos acostumados com ‘The Walking Dead’. Como já dito, não há como compará-las.

Um dos grandes méritos de ‘Z Nation’ foi colocar uma protagonista negra. Kellita Smith interpreta Roberta Warren, tenente da Guarda Nacional, ela lidera o grupo com punhos de ferro e ninguém ousa questioná-la. Não por medo, mas por puro respeito. Não só a personagem é ótima, mas a atuação da Kellita Smith é excepcional. Uma curiosidade, geralmente os líderes se relacionam com as mulheres bonitas, certo? Em ‘Z Nation’ é a Tenente Warren que escolhe seus ‘parceiros’.

A maior crítica entre os fãs de ‘The Walking Dead’ é a repetição no arco narrativo. Eles acham um refúgio, aparece um vilão maligno, eles enfrentam o vilão, o matam e mudam de lugar. ‘Z Nation’ já está na terceira temporada e os roteiristas conseguem fazer com que a série flua naturalmente. É como se os personagens tivessem tomado vida própria e agora estivessem decidindo sozinhos o rumo da história, sem que haja interferências de roteiristas.

Recomendo que não assista essa série esperando ver algo da qualidade de ‘Breaking Bad’. Ela possui seus méritos sim, mas deixa a desejar em alguns pontos. Entretanto, quem a acompanha desde a primeira temporada percebe um aumento excepcional na qualidade dos episódios. Os zumbis ficaram menos pastelões e a inserção de novos personagens enriqueceu muito a trama.

A Sify não confirmou oficialmente se haverá uma quarta temporada, mas tudo indica que sim.

Caso você seja um amante de séries, aqui fica uma recomendação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não quer perder nenhuma notícia? Siga o nosso perfil no Twitter!

"Clifford" foi adiado indefinidamente, devido a variante delta do #COVID19. Possivelmente outros grandes títulos sejam adiados também!

Tom Hanks se juntou ao elenco do próximo filme de Wes Anderson. Tilda Swinton, Adrian Brody, e Bill Murray (como, quase, sempre) também fazem parte do projeto. Lembrando que antes, veremos o trabalho de Anderson em "A Crônica Francesa" que estreia em outubro.

Depois da Netflix, é a vez da #Disney passar a exigir a vacinação contra o #COVID19 para todos os seus funcionários.

Taika Waititi está escrevendo o roteiro de uma nova versão de Flash Gordon para um longa.

2

Figuras em tamanho real em um cinema, revelam o visual de #Carnificina em #Venom2.
#VenomLetBeCarnage #Carnage

Novas imagens de #WhatIf foram divulgadas. Confira:

4