Netflix vai restringir acesso a outros países. Entenda!

Atualmente é possível acessar o catálogo da versão americana do Netflix, seja através de aplicativos, seja por outros meios igualmente ilegais. Independentemente de qual for a sua justificativa, o problema é que a empresa Netflix tem um contrato com as distribuidoras, que fica restrito, em muitos casos ao país em que ele é celebrado.

Assim, naturalmente, para evitar problemas de ordem jurídica, a empresa vai impedir qualquer acesso ao catálogo de outros países. Isso de forma alguma vai impedir que você tenha acesso a um ou outro título ‘raro’ no Brasil. A Netflix deixou claro que pretende uniformizar todo catalogo, para que nenhum país saia ‘muito prejudicado’.

Se você quiser, existem aplicativos que podem auxiliar você a achar ‘aquele’ título que parece perdido no enorme acervo do serviço. O serviço, ao longo das próximas semanas, vai divulgar mais detalhes sobre a restrição, portanto fiquem ligados!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não quer perder nenhuma notícia? Siga o nosso perfil no Twitter!

Chloé Zhao irá escrever e dirigir uma nova versão de "Drácula" para a Universal.

2

No @DisneyPlusBR, a série "Agents of SHIELD" foi movida para a sessão "Marvel Legacy", dando a entender que a série não faz mais parte do MCU.

Elizabeth Olsen estrelará minissérie "Love and Death", produzida por Nicole Kidman para a HBO Max, sobre a história real de uma mulher que matou sua colega de igreja com um machado no Texas.

2

Para celebrar o #StarWarsDay, chega amanhã ao Disney+ o curta animado "Maggie Simpson in The Force Awakens From Its Nap".

As filmagens de "Cavaleiro da Lua", do Marvel Studios, já estão acontecendo em Budapeste!