ONLY MURDERS | SELENA GOMEZ E STEVE MARTIN SE AVENTURAM EM PROMISSORA COMÉDIA INVESTIGATIVA

Com a chegada do Star+, novo serviço de streaming da Disney destinado para conteúdo adulto (não, não é o que você está pensando) e esportes, chega o seriado original “Only Murders in the Building”, uma comédia investigativa criada por John Hoffman (veterano roteirista de televisão que até então não tinha tido a oportunidade de se envolver em uma produção de sua autoria) e Steve Martin (dispensa apresentações), que também protagoniza a série ao lado de Selena Gomez (eterna Alex de “Os Feiticeiros de Waverky Place) e Martin Short (aquele típico ator veterano que já participou de vários filmes que já vimos mas nunca teve destaque o suficiente para lembrarmos o nome).

Já assistimos o episódio piloto da série e sem dúvida nenhuma ela é uma das grandes surpresas de 2021, pela sua trama inusitada ao lado de uma escolha de elenco insólita e assertiva. Os três protagonistas são moradores de um antigo edifício de Nova York, daqueles com apartamentos que um dia foram acessíveis e hoje valem uma fortuna, onde acontece um assassinato e além do local de moradia, os personagens também compartilham um gosto por podcasts investigativos. Assim, dada as circunstâncias, eles se juntam para investigar o caso e criar o próprio podcast, com uma condição: somente assassinatos no prédio, daí o nome “Only Murders in the Building” para o podcast fictício e o seriado.

(Deve-se ressaltar que transportar essa limitação na trama para o nome da série também limita um pouco a possibilidade de mais temporadas, já que se rola mais de um assassinato no prédio onde eu moro, eu consideraria seriamente uma mudança.)

O primeiro episódio é muito bem escrito e sabe manter o ritmo, prendendo a sua atenção ao máximo da primeira à última cena, literalmente. Cada personagem tem o seu espaço e um passado a ser explorado, e enquanto o personagem de Martin Short é o mais tedioso o de Selena Gomez é o mais interessante.

A jovem atriz mostra mais uma vez (aqui estou considerando a sua grande atuação em “Um dia de chuva em Nova York”, de Woody Allen) que se não tivesse se dedicado tanto ao mundo da música, provavelmente teria uma carreira no cinema muito mais consolidada e premiada.

Logo no primeiro episódio se destaca ainda a trilha sonora e direção de arte. Com tantas produções nos dias de hoje, é muito comum que não se consiga identificar uma identidade em séries ou filmes, mas aqui e diferente. O compositor Siddhartha Khosla (responsável pela trilha de “This is Us”) consegue com poucas notas criar uma atmosfera particular e agradável, como poucas trilhas de série conseguem. Enquanto Curt Beech repete o sucesso que teve em “Hunters” e “Infiltrado na Klan” em criar a perfeita ambientação para a trama.

Assim, a série apresenta um começo muito promissor que, sem dúvidas, merece ser acompanhado até o fim. “Only Murders in the Building” estreia em 31 de agosto, junto com o lançamento do Star+.

Não quer perder nenhuma notícia? Siga o nosso perfil no Twitter!

Nem assistimos "#LegoStarWars: Contos Aterrorizantes", mas já amamos as referências. #StarWars

De acordo com alguns vazamentos, a duração de #HomemAranhaSemVoltaParaCasa é de 2 horas e 37 minutos. #SpiderManNoWayHome

Apresentando... as #DCFanDome Fridays! Para te contar tudo sobre isso, trouxemos ele mesmo: Jim Lee 🙌