‘Pequena Grande Vida’ é uma linda mensagem em um filme fraco

[et_pb_section admin_label=”section” background_image=”http://supercinemaup.com/wp-content/uploads/2018/02/azul-claro-05_1.jpg” transparent_background=”off” allow_player_pause=”off” inner_shadow=”off” parallax=”off” parallax_method=”off” make_fullwidth=”off” use_custom_width=”off” width_unit=”on” make_equal=”off” use_custom_gutter=”off”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”1_3″][et_pb_image admin_label=”Imagem” src=”http://supercinemaup.com/wp-content/uploads/2018/02/Poster-Pequena-Grande-Vida.jpg” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”left” sticky=”off” align=”left” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”] [/et_pb_image][/et_pb_column][et_pb_column type=”2_3″][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”justified” background_color=”rgba(234,234,234,0.6)” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

Quando ouvimos o nome de Alexander Payne, já aguardamos uma produção emocionalmente bem produzida e escrita – como em ‘Os Descendentes’ (2011) e ‘Nebraska’ (2013), seus dois últimos trabalhos de destaque. Mas, aqui, Payne aparenta ter feito menos. Só que, mesmo com falhas, realiza um belíssimo trabalho em fazer aquilo que alguns cineastas esqueceram: gerar questionamentos.

No mundo atual onde vivemos, grandeza é sinal de poder. Prédios, construções, posições no trabalho e até no físico. O grande sempre chama a atenção e dá a sensação de um ser mais poderoso. A graciosidade de Payne é inverter – de certa maneira – os papéis e brincar com as perspectivas, no visual e no texto, ao lado de Taylor. Misturada com situações da humanidade, como pobreza, desigualdade e preconceito, a trama explora bem o ser humano em sua essência. Em ‘Pequena Grande Vida’, a trama do roteiro leva o espectador para uma viagem interna de questionamentos e o traz de volta para o mundo real, ainda gerando questionamentos.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”Linha”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”justified” background_color=”rgba(234,234,234,0.6)” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

Infelizmente, toda a boa intenção de Payne não conversa com o filme em si. Em momentos de humor e reflexão, o espectador reconhece a grandeza, mas não se sente a vontade com o que está sendo mostrado junto. Todo o plot envolvendo o personagem de Matt Damon, já pequeno, cansa e se perde no meio, tornando-se insatisfatória. Todo o sentimento emotivo e a construção narrativa que o diretor quis trazer não encanta.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”Linha”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_image admin_label=”Imagem” src=”http://supercinemaup.com/wp-content/uploads/2018/02/Pequena-Grande-Vida-02.jpg” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”left” sticky=”off” align=”left” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”] [/et_pb_image][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”Linha”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”justified” background_color=”rgba(234,234,234,0.6)” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

O ritmo já padronizado de Payne não prende o espectador, tornando-se cansativo no último ato. Todo o vazio que o personagem de Damon ganha, convence, mas o ator é ofuscado perante o elenco de apoio, principalmente nas participações de Christoph Waltz e Hong Chau, que fazem um trabalho primoroso.

Com um tom bem mais humorístico, Waltz encanta com uma atuação honesta, apesar dos trejeitos viciados – ainda – de Hans Landa. O maior destaque, e surpresa, ficou para a americana – e descendente de vietnamitas – Hong Chau, que entrega uma atuação encantadora, com uma personagem graciosa. Apesar de rejeitada do Oscar 2018, Chau não passou despercebida, e recebeu inúmeras indicações por seu papel.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”Linha”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_image admin_label=”Imagem” src=”http://supercinemaup.com/wp-content/uploads/2018/02/Pequena-Grande-Vida-03.jpg” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”left” sticky=”off” align=”left” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”] [/et_pb_image][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”Linha”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”justified” background_color=”rgba(234,234,234,0.6)” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

O intervalo de quatro anos do diretor parece não ter sido bem aproveitado, já quem em sua volta, o resultado não surpreendeu tanto quanto seus trabalhos anteriores. Mesmo com uma boa intenção, o resultado é frustrante e desanima aquele que o assiste.

Mesmo sendo um filme inferior comparado ao seu potencial, ainda entrega um ótimo tema para discussões e reflexões. Alexander Payne dá uma nova visão de mundo para aqueles que se sentem inferiores e demonstra, com sensibilidade, que devemos parar de procurarmos a grandeza e começar a não diminuir nossa cabeça perante o mundo.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”Linha”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_image admin_label=”Imagem” src=”http://supercinemaup.com/wp-content/uploads/2018/02/Pequena-Grande-Vida-04.jpg” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”left” sticky=”off” align=”left” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”] [/et_pb_image][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Não quer perder nenhuma notícia? Siga o nosso perfil no Twitter!

A plataforma StarzPlay conseguiu barrar na justiça o uso do nome #StarPlus para o novo serviço da Disney de conteúdo adulto. Caso correrá na próxima instância, mas não se sabe se será a tempo do lançamento da plataforma em agosto.

A #Netflix está desenvolvendo uma série live-action de Pokémon.

Tweets de @DanielRPK, um jornalista reconhecido pela sua assertividade em vazamentos sobre blockbusters, dão a entender que #HomemAranhaSemVoltaParaCasa pode ser adiado caso a situação da pandemia de #COVID19 não melhore nos EUA e no mundo.

Segundo rumores, o seriado #Hawkeye estreará em novembro e terá fortes conexões com #HomemAranhaSemVoltaParaCasa. Ambas produções se passam em uma época natalina, o que podemos esperar?

2

De acordo com o @Collider, #MichaelBJordan está desenvolvendo um projeto da versão negra do #Superman para a HBO Max. Possivelmente, o astro também irá estrelar a produção.

Uma possível sequência de #JungleCruise já está em pauta entre os executivos da Disney.