Todos nós perdemos tempo à procura daquele filme certeiro na Netflix. Em meio a tantas bombas, existem aqueles que se salvam, mas poucos caem no conhecimento do público. Se pensarmos em quem nasceu nos anos 90, por exemplo, muita coisa boa acaba se perdendo no limbo dos antigos filmes do catálogo do streaming.

Se você passa por situações semelhantes, confira a seguir dicas que se pode encontrar na locadora vermelha:

A Caça

Mads Mikkelsen vem ganhando grande espaço em Hollywood e esse drama, feito em 2012, foi um grande salto na carreira do ator. Mikkelsen interpreta Lucas, um professor de uma pré-escola que é acusado injustamente de pedofilia por uma das crianças da escola. Pensando que não poderia ser pior, Lucas vê sua vida ser destruída quando percebe que a acusação foi feita de Klara, a filha de seu melhor amigo. A velha frase ”criança não mente” é mostrada de uma nova forma, com um gosto amargo e impactante.

Vemos uma crítica social de como um informação é veiculada sem provas e, como consequência, a reação desumana das pessoas ao redor dos envolvidos. Este é um filme que vai fazer você aplaudir de pé no final.

A Mosca

Um filme do diretor David Cronenberg. Se esse nome não te faz sorrir, é que algo você deixou passar dos anos 1980. “A Mosca” é uma ficção científica maravilhosa, com efeitos práticos e incrivelmente bem feitos. O longa conta a história de um cientista que tenta comprovar que sua máquina de teletransporte de fato funciona, usando ele mesmo como cobaia para testes. Sem que ele perceba, no momento do experimento uma mosca entra na máquina, causando a fusão do cientista e do inseto.

Cronenberg é daqueles diretores que tem ouro no seu olhar cinematográfico. Aqui, ele pega um filme que mistura horror e ficção cientifica com um brilhante toque de drama.

Antes de mais nada, “A Mosca” fala sobre o limiar entre os horrores da vida e a maneira terrível que os outros olham para nós. O Oscar de Melhor Maquiagem e Penteados é mais que merecido. É, até hoje, uma das melhores coisas feitas no cinema.

Os Aventureiros do Bairro Proibido

Essa é uma sugestão para quem quer diversão e aventura, desligar o cérebro e curtir um filme que te pega do começo ao fim. “Os Aventureiros do Bairro Proibido” é daqueles filmes que te ganha pela galhofa. Tenho um carinho tão grande por esse filme que me remete as melhores lembranças da infância.

A história é sobre o caminhoneiro Jack Burton que, ao se deparar com muita confusão e altas trapalhadas, vai ao resgate da donzela em perigo. Ela está nas mãos do temível e hilário Lo Pan, que planeja se casar com a donzela de olhos verdes para ganhar a imortalidade.

A profundidade aqui não existe, é daqueles filmes que a gente precisa para ficar de bom humor. Esse longa é prioridade máxima para uma boa conversa sobre anos 80. Já dizia Jack Burton, gente que não conhece “Os Aventureiros do Bairro Proibido” boa gente não é.

IMPORTANTE: Veja dublado, é incrível!

Confira as indicações, comente e dê dicas do que mais você quer ver aqui no Perdido nas Prateleiras?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não quer perder nenhuma notícia? Siga o nosso perfil no Twitter!

Tweets de @DanielRPK, um jornalista reconhecido pela sua assertividade em vazamentos sobre blockbusters, dão a entender que #HomemAranhaSemVoltaParaCasa pode ser adiado caso a situação da pandemia de #COVID19 não melhore nos EUA e no mundo.

Segundo rumores, o seriado #Hawkeye estreará em novembro e terá fortes conexões com #HomemAranhaSemVoltaParaCasa. Ambas produções se passam em uma época natalina, o que podemos esperar?

2

De acordo com o @Collider, #MichaelBJordan está desenvolvendo um projeto da versão negra do #Superman para a HBO Max. Possivelmente, o astro também irá estrelar a produção.

Uma possível sequência de #JungleCruise já está em pauta entre os executivos da Disney.

Lashana Lynch (Maria Rambeau), voltará em #TheMarvels apesar de sua morte em #WandaVision.

Leslie Grace foi escalada para viver a Batgirl no filme solo da heroína para a HBO Max.