Focado para o público infantil, “Pica-Pau” dosa intensidade nos antigos costumes

[et_pb_section admin_label=”section” background_image=”http://supercinemaup.com/wp-content/uploads/2017/10/pica-pau-super-cinema-up-crítica-1.jpg” transparent_background=”off” allow_player_pause=”off” inner_shadow=”off” parallax=”on” parallax_method=”off” make_fullwidth=”off” use_custom_width=”off” width_unit=”on” make_equal=”off” use_custom_gutter=”off”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”1_2″][et_pb_image admin_label=”Imagem” src=”http://supercinemaup.com/wp-content/uploads/2017/10/pica-pau-super-cinema-up-crítica-.jpg” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”left” sticky=”off” align=”left” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_margin=”|10px||”]

[/et_pb_image][/et_pb_column][et_pb_column type=”1_2″][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”justified” background_color=”rgba(234,234,234,0.6)” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_margin=”|||10px” custom_padding=”10px|10px|10px|10px”]

Com admiradores nostálgicos de barba e com pessoas de meio metro, “Pica-Pau” chega as telonas com uma roupagem live-action, trazendo velhos hábitos e novo conceito. Quem for ver o novo Pica-Pau esperando o antigo amigo surtado e maluco, está muito enganado, os tempos sãos outros, certamente um filme com aquela característica não se adequaria a classificação indicativa livre nos dias de hoje, talvez se ela fosse encarada como um “Rick and Morty”, “Family Guy” e outros. Sem tom adulto, “Pica-Pau” lembra muito o filme do Zé Colméia de 2010, porém as semelhanças ficam na interação de atores reais com projeções digitais, pois o que temos aqui é um material mais inocente e infantil, com valores sociais e com boas piadas, até para os adultos (fãs de Hitchcock tem um piada excelente esperando vocês).

O filme aborda pretensões de abraçar antigos fãs com velhas trapaças do nosso amigo Pica-pau, mas dosando a forma em que é mostrada. Fomos acostumados com um passarinho sorrateiro, traiçoeiro, nunca confiável, mas que no fim só queria a sua liberdade. Já na nova adaptação da Universal, temos um bagunceiro que tem problemas para socializar com os outros, onde ele acaba os afastando por não saber se aproximar.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”Linha”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”justified” background_color=”rgba(234,234,234,0.6)” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_padding=”10px|10px|10px|10px”]

Com um elenco pouco conhecido, Timothy Omundson faz um pai que um filme infantil sempre encontra, a surpresa para os brasileiros possa ser a atriz Thaila Ayala, que faz uma madrasta esnobe e má. A atriz não tem muito o que entregar e no que é proposto, ela entrega e o garoto Graham Verchere é básico. Os vilões são os que mais me incomodam na tela, eles são do esteriótipo bobos, até uma criança consegue cansar deles, acredito que o filme poderia mergulhar mais no mundo clássico da série e colocar Zeca Urubu ou mais algum personagem como: Bruxa da Vassoura, Frank Puxa-Frango, Seu Narácio, Doutor Hans Chucrute, imagine que uma Meane Ranheta, Zé Jacaré, Dooley e etc… E óbvio, podiam ter colocado nosso pé de pano, mas esses são pedidos de um velho que por 10 segundos quis que aquilo fosse um pouco mais para ele.

Cheio de clichês, o filme tem uma história bem básica, se arrisca em pouco, mas entrega algo decente. Não sou o público, mas acredito que para como as coisas andam hoje, “Pica-Pau” é um material bem feito com tropeços que não devemos dar muita bola, se trata de uma  homenagem ao nosso antigo amigo de manhãs e tardes, que pode entristecer outros por não aparecer momentos clássicos do personagem, porém é uma diversão certa para os pequenos.

Assista abaixo nossa entrevista com a atriz brasileira Thaila Ayala, que interpreta a personagem Vanessa no filme:

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Não quer perder nenhuma notícia? Siga o nosso perfil no Twitter!

A #Netflix está desenvolvendo uma série live-action de Pokémon.

Tweets de @DanielRPK, um jornalista reconhecido pela sua assertividade em vazamentos sobre blockbusters, dão a entender que #HomemAranhaSemVoltaParaCasa pode ser adiado caso a situação da pandemia de #COVID19 não melhore nos EUA e no mundo.

Segundo rumores, o seriado #Hawkeye estreará em novembro e terá fortes conexões com #HomemAranhaSemVoltaParaCasa. Ambas produções se passam em uma época natalina, o que podemos esperar?

2

De acordo com o @Collider, #MichaelBJordan está desenvolvendo um projeto da versão negra do #Superman para a HBO Max. Possivelmente, o astro também irá estrelar a produção.

Uma possível sequência de #JungleCruise já está em pauta entre os executivos da Disney.

Lashana Lynch (Maria Rambeau), voltará em #TheMarvels apesar de sua morte em #WandaVision.