Tobe Hooper, diretor de “O Massacre da Serra Elétrica”, morre aos 74 anos

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”justified” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

O cineasta Tobe Hooper famoso por dirigir “O Massacre da Serra Elétrica” morreu aos 74 no último sábado (26). A causa da morte ainda não foi divulgada.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”Linha”][et_pb_column type=”1_2″][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”justified” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_padding=”15px|10px||”]

Hooper foi professor de cinema na Universidade do Texas e trabalhava como câmera e produtor de documentários. Em 1974 recebeu grande destaque pelo filme de terror “O Massacre da Serra Elétrica”, sendo uma revolução no gênero e consagrando como um clássico do cinema, o longa é baseado na história real do assassino Ed Gein. Mais tarde em 1982, dirigiu “Poltergeist – O Fenômeno” tendo como roteirista e produtor Steven Spielberg, levando três indicações ao Oscar por Melhor Efeito Visusal, Melhor Edição de Som e Melhor Trilha Sonora Original.

[/et_pb_text][/et_pb_column][et_pb_column type=”1_2″][et_pb_image admin_label=”Imagem” src=”http://supercinemaup.com/wp-content/uploads/2017/08/Tobe-Hooper-super-cinema-up-o-massacre-da-serra-elétrica-poltergeist-2.jpg” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”right” sticky=”off” align=”left” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_margin=”|||10px” /][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”Linha”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”justified” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

Seu último filme foi em 2013, o terror “Djinn”, que retrata um jovem casal dos Emirados Árabes, que volta para casa depois de uma breve passagem pelos EUA, onde perderam seu primeiro filho em um misterioso acidente. Não demora para a mulher descobrir que seu novo apartamento, é também a residência de um ser malévolo conhecido como Djinn.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Não quer perder nenhuma notícia? Siga o nosso perfil no Twitter!

Nem assistimos "#LegoStarWars: Contos Aterrorizantes", mas já amamos as referências. #StarWars

De acordo com alguns vazamentos, a duração de #HomemAranhaSemVoltaParaCasa é de 2 horas e 37 minutos. #SpiderManNoWayHome

Apresentando... as #DCFanDome Fridays! Para te contar tudo sobre isso, trouxemos ele mesmo: Jim Lee 🙌