A cinebiografia de Marie Curie (1867-1934) acaba de ganhar uma diretora, a cineasta iraniana Marjane Satrapi (“Persépolis”).

Créditos: Diretora Marjane Satrapi

O longa irá abordar a trajetória da cientista a partir de sua ida à Paris, onde conheceu o físico Pierre Curi, com quem fez uma significativa parceria nos estudos científicos. O casal desenvolveu a teoria da radioatividade e técnicas para isolar isótopos radioativos. Pioneiros, eles descobriram também dois importantes elementos químicos: polônio e  rádio. Com essas descobertas, o casal impulsionou o desenvolvimento da ciência e da tecnologia.

Créditos: Marie e Pierre Curie

A cientista Marie Curie, além de ser a primeira mulher ganhar o Nobel, foi a primeira pessoa e a única mulher a ganhar duas vezes o prêmio, em diferentes categorias: uma, em 1903, por Física e outra por Química, em 1911.

“Além do fato de ela ter ganhado duas vezes o Nobel, a Marie por si só já é uma personagem épica. Esse filme não é apenas um resumo da vida dessa mulher excepcional. Ele conta a história da radioatividade desde sua descoberta, até hoje”, disse Marjane em entrevista ao Deadline.

O longa terá o nome de “Radioactive” e é baseado no livro de Lauren Redniss, “Radioactive: Marie & Pierre Curie: A Tale of Love and Fallout”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *