Nessa semana o Festival de Cannes e o serviço de streaming Netflix geraram uma grande polêmica.

A partir do dia 17 de maio, até o dia 28 do mesmo mês, acontece o Festival de Cannes. E pela primeira vez filmes da Netflix estão na disputa. Os longas “The Meyerowitz Stories” e “Okja” concorrem à Palma de Ouro. Porém a notícia não foi bem recebida pelo setor de salas de cinema da França, a qual afirma que produções do serviço só estarão disponíveis via streaming para assinantes.

Como na França, a federação de salas de cinema tem grande importância, rumores sobre a retirada dos filmes tiveram início. O Festival e a Netflix tentaram negociar, o qual o Festival propôs que os filmes em questão fossem exibidos nos cinemas da França, porém a Netflix negou.

Mas essa confusão já foi resolvida, mesmo sem serem exibidos nos cinemas franceses, os filmes “The Meyerowitz Stories” e “Okja” continuarão na disputa, porém a partir do ano que vem apenas obras que tiveram exibição no país poderão participar do evento.

O Festival de Cannes divulgou uma nota referente a situação, “O Festival de Cannes está ciente da ansiedade despertada pela ausência do lançamento nos cinemas desses filmes na França. O Festival de Cannes pediu a Netflix em vão que aceitasse que esses dois filmes pudessem chegar ao público dos cinemas franceses e não apenas aos seus assinantes. Por isso, o Festival lamenta que nenhum acordo tenha sido alcançado.

O Festival tem o prazer de acolher um novo operador que decidiu investir no cinema, mas quer reiterar o seu apoio ao modo tradicional de exibição de cinema na França e no mundo. Consequentemente, e depois de consultar os seus membros do Conselho, o Festival de Cannes decidiu adaptar as suas regras a esta situação invisível até agora: qualquer filme que pretenda competir em Competição em Cannes terá de se comprometer a ser distribuído em cinemas franceses . Esta nova medida será aplicada a partir da edição de 2018 do Festival Internacional do Cinema de Cannes.”.

Ontem, Reed Hastings, o CEO da Netflix, fez uma declaração em seu perfil do Facebook, “O establishment está se juntando contra nós. Assista Okja na Netflix em 28 de junho. Um ótimo filme que as salas de cinema não querem ver entrando na competição de Cannes”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não quer perder nenhuma notícia? Siga o nosso perfil no Twitter!

Tweets de @DanielRPK, um jornalista reconhecido pela sua assertividade em vazamentos sobre blockbusters, dão a entender que #HomemAranhaSemVoltaParaCasa pode ser adiado caso a situação da pandemia de #COVID19 não melhore nos EUA e no mundo.

Segundo rumores, o seriado #Hawkeye estreará em novembro e terá fortes conexões com #HomemAranhaSemVoltaParaCasa. Ambas produções se passam em uma época natalina, o que podemos esperar?

2

De acordo com o @Collider, #MichaelBJordan está desenvolvendo um projeto da versão negra do #Superman para a HBO Max. Possivelmente, o astro também irá estrelar a produção.

Uma possível sequência de #JungleCruise já está em pauta entre os executivos da Disney.

Lashana Lynch (Maria Rambeau), voltará em #TheMarvels apesar de sua morte em #WandaVision.

Leslie Grace foi escalada para viver a Batgirl no filme solo da heroína para a HBO Max.