William Shakespeare: sete filmes inspirados nas obras do dramaturgo

Quem nunca ouviu falar em William Shakespeare? É inevitável que nós, só de pensarmos nesse nome, passemos a associá-lo com obras grandiosas que abalaram a literatura e o teatro no mundo, tais como ‘Macbeth’ e ‘Romeu e Julieta’.

11-romeo-juliet.w750.h560.2x

Considerado um dos nomes mais importantes da história das artes, o poeta, dramaturgo e ator nasceu em Stratford-upon-Avon, no condado de Birmingham, na Inglaterra, e morreu na mesma cidade com 52 anos de idade em 23 de abril de 1616. Durante sua vida, escreveu sonetos, peças de teatro e outras grandes histórias, revezando-se entre a comédia e a tragédia.

Para celebrar sua memória, em seu aniversário de 400 anos de morte, separamos algumas de suas grandes obras que ganharam as telonas e se tornaram filmes obrigatórios para qualquer profissional, estudante e/ou fã das artes cênicas. Prepare a pipoca e aproveite!

A Megera Domada (1967)

The Taming of the Shrew 1967 Franco Zeffirelli Elizabeth Taylor Richard Burton

Esse clássico ficou ainda mais grandioso com a presença firme e imbatível de Elizabeth Taylor no papel principal de Catarina, uma mulher de gênio extremamente forte e que espanta seus pretendentes. Tudo muda com a chegada de Petrúquio, vivido por Richard Burton, e cujo jeitão rude acaba por conquistar o coração da antes indomável mulher. A obra inspirou muitas outras adaptações, entre elas a impagável novela ‘O Cravo e a Rosa’, com Adriana Esteves e Eduardo Moscovis perfeitos e extremamente cômicos no papel do casal.

Romeu e Julieta (1996 e 2013) 

romeo_and_julia_still_04

Ambientada em tempos contemporâneos, em contraponto com os diálogos rebuscados, e uma ótima trilha-sonora de bônus, com músicas do Garbage, The Cardigans e Radiohead, a adaptação ‘Romeu + Julieta’ do diretor Baz Luhrmann talvez seja uma das mais originais em vista das diversas versões dessa tragédia que abalou duas famílias rivais. Com Claire Danes e Leonardo DiCaprio nos papeis principais, o filme é obrigatório para a vida!

Recentemente, a famosa e trágica história do casal ganhou mais uma boa adaptação, baseada no conceito mais clássico da história dos Montéquio e dos Capuleto, com Douglas Booth e Hailee Steinfeld no elenco (na foto que abre essa matéria).

Shakespeare Apaixonado (1998)

fhd998SIL_Gwyneth_Paltrow_024

Indicado a treze Oscars, o filme gerou discussões por ter levado nada menos do que sete estatuetas, inclusive a de melhor atriz para Gwyneth Paltrow. Para muitos, o resultado não foi justo, já que o filme tem um roteiro leve de comédia romântica típica de Sessão da Tarde. Ainda assim, vale a pena ver o Shakespeare, vivido por Joseph Fiennes, buscando uma fonte de inspiração romântica na figura de Lady Viola.

Muito Barulho Por Nada (1993)

much-ado-about-nothing-original

Com um elenco de peso, e boas risadas garantidas com a ótima adaptação do roteiro de Kenneth Branagh, que também assina o papel de Benedick, o filme conta a história de um casal de namorados com casamento marcado, mas que se envolve numa confusão provocada pelas intrigas de pessoas próximas a eles. Além de Kenneth, Emma Tompson, Denzel Washington, Keanu Reeves, Robert Sean Leonard, Kate Beckinsale e Michael Keaton estão simplesmente impecáveis!

O Mercador de Veneza (2004)

maxresdefault

Sabe aquela cena cômica e famosa de ‘O Auto da Compadecida’, de Ariano Suassuna, na qual Chicó (Selton Melo), influenciado por João Grilo (Matheus Nachtergaele) promete dar uma tira de couro de sua pele caso não consiga pagar o dote de sua amada Rosinha, vivida por Virginia Cavendish? Pois então: ela foi inspirada nessa deliciosa comédia do autor! Vale a pena ver uma personagem tão esperta e forte quanto Portia, vivida pela bela Lynn Collins, fazer as voltas de juíza para driblar o ambicioso Shylock (Al Pacino) e salvar o endividado Antonio (Jeremy Irons), a fim de ajudar o amado Bassanio (Joseph Fiennes), que se mostra o único homem realmente digno de ganhar sua mão em casamento.

Macbeth – Ambição e Guerra (2015)

MacBethFassbender-xlarge

Nunca é demais ver Michael Fassbender nas telas! Nesse longa adaptado pelo diretor Justin Kurzel, a famosa história do homem assombrado pelos campos de batalha, e que tenta reconstruir seu relacionamento com a esposa, é ambientada no cenário medieval da Escócia, cheio de ação e uma fotografia de encantar os olhos do espectador. Os ótimos atores Marion Cotillard e Paddy Considine complementam o elenco.





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não quer perder nenhuma notícia? Siga o nosso perfil no Twitter!

Hayden Christensen estará na série "Ahsoka", do Disney+. Ele pode voltar como Anakin ou Darth Vader em flashbacks ou como um fantasma da força, ou ainda tudo isso. Rosario Dawson interpreta a protagonista que dá o título da série

2

Ryan Gosling está em negociações para viver o Ken no live-action "Barbie". Longa será estrelado pela Margot Robbie e dirigido por Greta Gerwig (de "Lady Bird" e "Adoráveis Mulheres").

2

CEO da WarnerMedia Studios, Ann Sarnoff, sobre #Duna Parte Dois: “Se nós teremos uma sequência? Se você assistiu ao filme, eu acho que você sabe a resposta".

#Duna tem qualidade suficiente para agradar diferentes espectadores, porque é um filme lindo visualmente e super detalhado, bem cara do diretor Denis Villeneuve.

Temos um título! A sequência de "Homem-Aranha no Aranhaverso" recebeu o título "Homem-Aranha através do Aranhaverso", em tradução livre.